Acessibilade dos ciclista ao metrô

A proibição de utilizar a escada rolante do metrô, no Rio de Janeiro, me fez procurar algum blog sobre esse assunto. E encontrei o Ciclo Liga que abordou de forma bem inteligente o assunto em São Paulo.

Inclusive conseguiram um grande avanço para a liberação da utilização das bicicleta na escada rolante. Que foi a liberação da utilização, da escada rolante, pelo menos na subida.

Segundo o  metrô do Rio de Janeiro:

fonte : http://www.metrorio.com.br/bicicletario.htm

Abordagem do blog ciclo liga sobre o assunto:

fonte: http://www.cicloliga.org/

Anúncios

Refresco [Suco] de Uva Bon Bon

Hoje minha mãe me ofereceu um suco de uva. Aceitei pensando em ser mais um suco de latinha como os que temos por aqui no Brasil. Achei a lata engraçada pelo tamanho, já o rótulo em coreano (não sabia nem pra onde ir nas letras).

Ao abrir a lata enquanto esperava um liquido de vinho rose me surge um liquido transparente com pedaços de uva (verde, mesmo!). Pensei que tivesse algo errado com o produto que não tinha agitado ou algo parecido. Provei, e não é que o suco é gostoso. Pelo menos achei mais gostoso do que os que são vendidos por aqui (menos artificial).

Suco comprado em feira de produtos importados no Rio de Janeiro (Rio Mundi)

Refresco de Uva BON BON

Conteúdo: 238ml

Origem: Coréia do Sul

Preço: R$ 4,00 (mas em SP tem lojas na liberdade que vendem até por R$2,99).

Post: Mateus Martins

Lançamentos Automobilísticos 2008/2009

Apesar de ser líder de vendas no Brasil, a Fiat deixa de competir no forte segmento dos sedãs médios desde que o Marea saiu de linha. De fato, bem antes disso, já que o modelo nunca teve a mesma aceitação do antecessor Tempra.

Em agosto, a montadora lançará o Linea, modelo com o qual pretende voltar a brigar no segmento para ampliar sua liderança. Baseado na plataforma do Grand Punto europeu, com entreeixos 9 centímetros maior que o nosso Punto, o sedã terá duas opções de motor, ambas flex: 1,9 litro 16V de 130 cavalos e 1,4 litro 8V turbo de 150 cavalos.

A Fiat também apresentará o Fiat 500


Focus 2009 europeu servirá de inspiração para o novo modelo fabricado na Argentina.

Outra novidade esperada há anos é a chegada do novo Ford Focus. O modelo vendido aqui (fabricado na Argentina) ainda é o mesmo da primeira geração. A terceira geração, que foi lançada na Europa no começo deste ano, servirá de base para o design da nossa nova versão – tanto para o hatch quanto para o sedã – que serão apresentados no Salão do Automóvel.

A plataforma, porém, continuará a mesma. Além do desenho renovado, o modelo ganhará uma versão flex para o motor 2.0 de 147 cavalos (que deverá passar dos 150 cavalos abastecido com álcool). O modelo atual continuará em produção, provavelmente apenas o hatch com motor 1.6 flex, como versão de entrada.

A VW prepara uma novidade que não é tão nova assim para o segundo semestre. O Voyage, sedã derivado do Gol, volta à cena embalado pelo lançamento da nova geração do campeão de vendas. O nome, porém, ainda não foi confirmado pela montadora, que pode optar pelo sem-graça Gol Sedan. De certo mesmo é a adoção de um novo motor – o 1.4 litro flex de 80 cavalos (com álcool), que passou a equipar a Kombi.

Chevrolet Captiva chega para substituir as versões de luxo da veterana Blazer (transmissão continuamente variável), que na prática não tem marchas, só para garantir mais esportividade e sensação de pilotagem ao motorista.

Outro segmento que ganhará novidades este ano é o dos SUVs. A Chevrolet será a primeira a apresentar seu modelo, o Captiva, em agosto. O SUV fabricado no México virá para substituir as versões luxuosas da Blazer, que continuará a ser vendida menos equipada. Na seqüência vêm o Ford Edge e o Nissan Qashqai.

Na pauta dos próximos meses, entre outros, estão os Citroën C4 hatch e a remodelação do C3, o Nissan Livina (concorrente do Honda Fit) e o Chevrolet Meriva renovado. No ano que vem, devem chegar o Honda Fit Sedan e a picape Peugeot 207.

Serviço ‘resgata’ bêbados e carros em Londres

A Grã-Bretanha tem o limite de teor alcoólico para motoristas mais alto da Europa: 8 decigramas de álcool por litro de sangue, o equivalente a dois copos de 570 ml de cerveja.

Mas quem é flagrado com um teor alcoólico acima do limite pode pegar até seis meses de prisão, ter a carteira de motorista suspensa por 12 meses e está sujeito a uma multa de até 5 mil libras esterlinas (quase R$ 16 mil). Para evitar as punições, surgiram serviços que permitem que os motoristas saiam de carro e bebam à vontade. Um deles é o Scooterman.

A empresa surgiu em 1999, fundada por dois amigos, Robert Willliamson e Edmond Hewitt. Eles queriam oferecer uma operação em que um chofer particular fosse buscar o cliente que tinha bebido mais que o permitido e o levasse para casa em seu próprio carro. A inovação do serviço é que o chofer chega para buscar o cliente numa mini-motocicleta desenhada especialmente para a empresa.

A moto é então desmontada, colocada em sacolas e, minutos depois, está encaixada no porta-malas do carro do cliente. O motoqueiro vira motorista particular até que o dono do carro chegue em casa, são e salvo, e sem causar acidentes.

“A nossa moto cabe em qualquer porta-malas, mesmo nos menores carros”, garante o diretor da Scooterman Robert Williamson.

Mark Peterson, um publicitário que se tornou freguês assíduo da empresa, elogia o serviço.

“Eu bebi o dia inteiro e o serviço é fantástico. Custa menos que andar de táxi e eu acordo no dia seguinte em casa, com meu carro na garagem”, diz ele.

O scooterman conta com cerca de 30 motocicletas só na capital britânica e já tem franquias em outras cidades do país.

Fonte