Não cassação de Deputado Detento Natan Donadon

A prova do que os políticos pensam do povo. Na calada da noite de 28.08.2013, mais um acontecimento deprimente e nojento da política brasileira. Agora sim temos um deputado detento.

O plenário negou a cassação do Deputado Natan Donadon. Ele apenas desviou R$ 8,4 milhões da assembléia de Rondônia. (Fonte: Terra)

O que ele fez?

Em 2010 foi condenado a mais de treze anos de prisão em regime fechado pelo Supremo Tribunal Federal por peculato e formação de quadrilha. Após aguardar o julgamento dos recursos em liberdade, teve a prisão decretada em 26 de junho de 2013.5 Dois dias depois tornou-se o primeiro deputado em exercício, desde a Constituição de 1988, a ser preso por ordem do Supremo Tribunal Federal. Com o mandado de prisão expedido pela corte, a Câmara dos Deputados iniciou o processo de cassação de mandato do deputado que foi expulso sumariamente do PMDB. Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Natan_Donadon

A sessão da Câmara na noite desta quarta-feira (28), teve

  • 233 votos pedindo a cassação (do ladrão, foi julgado o mesmo e está preso)
  • 131 contra (são contra o povo, e acham que somos otários, enfim)
  • 41 abstenções ( não se importam com o povo e com a justiça também)

Para ser cassado eram necessários 257 votos a favor. Assim penso eu que 233 foram a favor da cassação e 172 foram contra.

Aqui vai a lista amiga do povo. É bom pra decidirmos que parte da maçã podre cortar. Os que NÃO VOTARAM = VOTARAM CONTRA, na minha opinião. Ganham e bem pra trabalhar. Fonte: G1

DEM (6 não votaram, 21% da bancada)
Abelardo Lupion (PR)
Betinho Rosado (RN)
Claudio Cajado (BA) – Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.
Eli Correa Filho (SP)  – Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.
Jorge Tadeu Mudalen (SP)  – Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.
Lira Maia (PA)   – Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.

PC do B (2 não votaram, 15% da bancada)
Alice Portugal (BA)
Jandira Feghali (RJ) – Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.

PDT (3 não votaram, 12% da bancada)
Enio Bacci (RS) – Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.
Giovani Cherini (RS)  Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.
Giovanni Queiroz (PA) – Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.

PMDB (15 não votaram, 19% da bancada)
Alceu Moreira (RS)
André Zacharow (PR)  – Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.
Arthur Oliveira Maia (BA)
Asdrubal Bentes (PA)
Carlos Bezerra (MT)
Darcísio Perondi (RS)
Eliseu Padilha (RS) – Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.
Gabriel Chalita (SP) – Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.
Genecias Noronha (CE)  Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.
José Priante (PA) – Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.
Leonardo Quintão (MG) – Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.
Mário Feitoza (CE)
Newton Cardoso (MG) – Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.
Renan Filho (AL)

PMN (1 não votou, 33% da bancada)
Jaqueline Roriz (DF) – Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.

PP (14 não votaram, 37% da bancada)
Afonso Hamm (RS)
Beto Mansur (SP) – Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.
Carlos Magno (RO)
Guilherme Mussi (SP)
José Linhares (CE) – Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.
José Otávio Germano (RS) – Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.
Luiz Fernando Faria (MG) – Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.
Paulo Maluf (SP) – Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.
Pedro Henry (MT)
Renato Molling (RS)
Renzo Braz (MG) – Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.
Toninho Pinheiro (MG) – Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.
Vilson Covatti (RS) – Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.
Waldir Maranhao (MA)

PPS (2 não votaram, 18% da bancada)
Almeida Lima (SE)
Arnaldo Jardim (SP) – Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.

PR (8 não votaram, 22% da bancada)
Bernardo Santana de Vasconcellos (MG)
Inocêncio Oliveira (PE)
Laércio Oliveira (SE)
Manuel Rosa Neca (RJ)
Valdemar Costa Neto (SP) Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.
Vicente Arruda (CE) – Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.
Zé Vieira (MA)
Zoinho (RJ)

PRB (1 não votou, 10% da bancada)
Vilalba (PE)

PSB (6 não votaram, 24% da bancada)
Abelardo Camarinha (SP)– Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.
Alexandre Roso (RS)
Antônio Balhmann (CE)
Beto Albuquerque (RS)
Paulo Foletto (ES) – Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.
Sandra Rosado (RN)

PSC (2 não votaram, 13% da bancada)
Nelson Padovani (PR) – Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.
Pastor Marco Feliciano (SP) – Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.

PSD (12 não votaram, 27% da bancada)
Dr. Luiz Fernando (AM)
Edson Pimenta (BA) – Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.
Eduardo Sciarra (PR) – Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.
Eliene Lima (MT) – Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.
Fernando Torres (BA)
Heuler Cruvinel (GO)
Homero Pereira (MT)
João Lyra (AL)
José Carlos Araújo (BA) – Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.
Manoel Salviano (CE)
Marcos Montes (MG)
Sérgio Brito (BA) – Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.

PSDB (6 não votaram, 12% da bancada)
Carlos Roberto (SP) – Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.
Marco Tebaldi (SC) – Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.
Marcus Pestana (MG)
Pinto Itamaraty (MA)
Sérgio Guerra (PE)
Vanderlei Macris (SP)

PT (21 não votaram, 24% da bancada)
Angelo Vanhoni (PR) – Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.
Anselmo de Jesus (RO)
Artur Bruno (CE)
Beto Faro (PA) – Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.
Biffi (MS) – Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.
Bohn Gass (RS)
Iriny Lopes (ES) – Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.
João Paulo Cunha (SP)– Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.
José Genoino (SP)
Josias Gomes (BA)
Luiz Alberto (BA)
Marcon (RS)
Marina Santanna (GO)  Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.
Miguel Corrêa (MG)  Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.
Odair Cunha (MG) – Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.
Pedro Eugênio (PE)  Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.
Pedro Uczai (SC)  Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.
Rogerio Carvalho (SE)
Ronaldo Zulke (RS)
Vicentinho (SP) Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.
Weliton Prado (MG)

PTB (2 não votaram, 11% da bancada)
Jovair Arantes (GO)
Sabino Castelo Branco (AM)

PTdoB (1 não votou, 33% da bancada)
Rosinha da Adefal (AL)

PV (1 não votou, 10% da bancada)
Eurico Junior (RJ)  Apareceu mas não votou, o que é pior do que não aparecer.

SEM PARTIDO (1 não votou)
Romário (RJ)

É isso pessoal, mais um capítulo mais sujo do que triste do que se passa em Brasília. Com o “leite derramado” agora querem se justificar por não terem ido, os que não foram, e os que votaram contra???

Abraçø

Candidatos com Ficha Suja [Fonte AMB]

A Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) divulgou nesta terça-feira (22), a lista com os nome dos candidatos com “ficha suja”, que respondem a processo na Justiça de por ação penal, de improbidade administrativa ou eleitoral.

Os políticos reclamam por divulgarem seus nomes sem serem julgados, mas o que nós sabemos é político tem a vida pública. E que nós [povo] quando queremos ingressar em emprego público um dos requisitos é não possuir qualquer tipo de processo judicial finalizado ou não.

Então aparecem disposições preliminares nos editais para o cargo público que não aparecem para candidatura de qualquer político.

Edital TRT 19ª Região

1. O candidato aprovado no Concurso de que trata este Edital será investido no cargo se atender às seguintes exigências, na data da posse:

e) não registrar antecedentes criminais, achando-se no pleno exercício de seus direitos civis e políticos;
i) não haver sofrido, no exercício da função pública, as penalidades previstas no artigo 137 e seu parágrafo único, da Lei nº 8.112/90.

Edital para PROVIMENTO EFETIVO DA PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA – SERVIÇOS AUXILIARES DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

1. O candidato aprovado no Concurso de que trata este Edital será investido no cargo se
atender às seguintes exigências, na data da posse:

g) ter boa conduta comprovada por certidões das Justiças Comum (estadual e federal), Militar (estadual e federal) e Eleitoral;

O povo precisa ser informado e não mais ser enganado nas urnas a cada eleiçãos. O Primeiro listão será de candidados a prefeito e vice-prefeito, mas em breve teremos recheadas listas com candidatos a vereadores, deputados, senadores e até mesmo presidentes. Cabendo ao povo o poder de decisão, se quer ou não uma pessoa não idônea administrando a sua cidade e o seu país.

Amazonino Armando Mendes (PTB) – Manaus (AM)
Maria Dalva De Souza Figueiredo (PT) – Macapá (AP)
Sérgio Braga Barbosa (PPS) – Fortaleza (CE)
Iris Rezende Machado (PP) – Goiânia (GO)
Pitágoras Lincoln de Matos (DEM) – Belo Horizonte (MG)
Jorge Carlos Mesquita (PSL) – Belém (PA)
Leila Márcia Silva Santos (Frente Belém Popular) – Belém (PA)
Marinor Jorge Brito (Psol) – Belém (PA)
Hamilton Nobre Casara (PSDB) – Porto Velho (RO)
Lindomar Barbosa Alves (PV) – Porto Velho (RO)
Maria Suely Silva Campos (coligação Boa Vista de Todos Nós) – Boa Vista (RR)
Aline Corrêa de Oliveira Andrade (PP) – São Paulo (SP)
Marta Suplicy (PT) – São Paulo (SP)
Paulo Salim Maluf (PP) – São Paulo (SP)
Raul de Jesus Lustosa Filho (PT) – Palmas (TO)

Fonte

www.amb.com.br