Novo Caveirão

 

À prova de fuzis antiaéreos (calibre ponto trinta) e com capacidade de levar 20 homens (oito a mais que o atual blindado), o novo caveirão da Polícia Militar foi apresentado na manhã desta quinta-feira (4) no Batalhão de Choque da PM, no Estácio, Zona Norte do Rio. 

 

As diferenças com atual caveirão são muitas. O novo veículo possui ar-condicionado de 80 mil BTUs (Unidade Térmica Britânica), isolamento térmico em poliuretano, maca para resgate de feridos, quatro extintores de incêndio e sirene com megafone. Os pára-choques dianteiro e traseiro são reforçados, próprio para derrubar barricadas. 

A blindagem do novo caveirão também conta com vidros de 56 milímetros de espessura. O motor é de seis cilindros e com 180 cavalos. O câmbio é manual de seis marchas e ré. Em situações extremas o novo caveirão pode levar até 22 policiais. 

Outros detalhes foram omitidos pela PM por questões estratégicas, como explicou o tenente-coronel Frederico Caldas, Relações Públicas da PM em exercício. 

“O principal objetivo do blindado é proteger os policiais. Por isso, o reforço na blindagem nos novos blindados. Foi um ano de estudos para decidirmos como seria o novo veículo. Os comandantes dos batalhões nos passaram as dificuldades encontradas nos antigos veículos, e procuramos atender todas as solicitações. Podemos dizer que foi feito sob medida para o Rio”, disse. 

De acordo com Caldas, as câmeras instaladas no novo caveirão poderão registrar imagens das operações. “Dessa forma, também poderemos mapear áreas de difícil acesso, principalmente dentro das favelas. Também poderemos analisar o modo como foi conduzida uma operação”, informou.   

Caveirões entram em ação em outubro

Ao todo, a PM vai receber sete novos blindados, que foram comprados pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Seseg). A secretaria comprou outros dois para a Polícia Civil. No total, foram gastos R$ 3.627.990 na compra dos nove veículos. A expectativa é de que cheguem dois blindados a cada 15 dias, segundo informações da assessoria da Seseg. 

Com os 12 já existentes, a PM contará agora com 19 blindados para atuar em operações realizadas nas favelas do Rio. Os três primeiros serão destinados aos batalhões da Maré (22º BPM), Olaria (16º BPM) e de Operações Policiais Especiais (Bope). A expectativa é de que os novos blindados entrem em ação a partir de outubro. 

Novo caveirão não tem caveira

O blindado apresentado nesta manhã não tinha a imagem do caveirão. No entanto, segundo Caldas, o símbolo não foi censurado.

“Cada batalhão que receber o blindado poderá personalizar o veículo com os símbolos da sua corporação. Não censuramos a caveira. Ficará a critério dos batalhões escolher como vão simbolizar as suas caracterizações”, disse. 

O tenente-coronel ressaltou que a PM ministrará cursos aos policiais para que eles saibam utilizar todas as novidades do novo veículo. 

Anúncios